Bico de Lacre de Bico Negro – Estrilda Rhodopyga

Fez ontem exactamente duas semanas que adquiri três casais de Estrilda Rhodopyga. Desconhecida por muitos e desvalorizada pela sua cor por outros, é uma das espécies de Estrildas que estava nos meus planos.

Já referi publicamente que este ano, é de longe o meu melhor ano pois conto com 52 crias (14 Bicos de Lacre; 18 Faces Laranja e 20 Bengalins da Índia). Neste momento tenho apenas duas ninhadas que ainda não foram anilhadas e das 40 anilhas de 2011 que havia pedido, também já gastei as que me sobraram de 2010. Tenho dois Bengalins da Índia sem anilhas. Quando pensava que a minha época de reprodução estava quase quase a terminar, noto que um dos meus machos Rhodopygas assumiu um comportamento territorial. Desde que chegaram ao viveiro, quase que não se dão a conhecer, estão sempre escondidos na vegetação, ou melhor, camuflados. Notei um dia, que andavam 4 aves na frente do viveiro e que estavam a ser perseguidas pelo tal macho. Ora esse macho estava acompanhado duma fêmea…. “Pronto” – lá pensei eu…. “a criação não vai ficar por aqui”. Coloco lá as fibra de coco e ervas e deixo o viveiro em paz.

Ao outro dia confirma-se as minhas suspeitas, lá estava já um ninho a meio da construção. Fiquei perplexo. Primeiro porque as aves ainda não estavam com a plumagem a 100% e depois porque ainda não tinham sequer duas semanas em minha casa. Hoje o ninho já está quase concluído e só me falta ver se esta espécie também constrói uma câmara superior para o macho. Não sei se vão pôr ovos e se vou ter sucesso, pois as minhas instalações não preenchem os requisitos mínimos paras as aves criarem de inverno. É frio, é húmido…. de qualquer modo estou completamente surpreendido, pois isto é anormal. A mistura que criei é adorada pelas aves e isso é nítido no meu pequeno sucesso pessoal. Não acredito que já vou ter crias este ano, até porque como já disse… não tenho condições. Os meus Faces Laranja queriam continuar a criar, separei os casais porque não quero ver crias a nascer e a morrer depois. Isso é frustrante. Como se costuma dizer: “Para o ano há mais!”

De qualquer das formas colocarei em breve as fotos do ninho dos Rhodopygas.

About Fernando Domingues

Criador de aves desde os 14 anos.

Posted on 31/10/2011, in Sem categorias. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: