Época de reprodução com fim á vista? E 1ª participação na Exposição Internacional de Reggio Emília, Itália

Os resultados de 2012 batem qualquer recorde meu no passado, quer a nível de qualidade, quer quantidade… ou não estivesse a falar de “apenas” 63 crias de apenas 5 espécies… Os conhecimentos adquiridos ao longo deste ano e nomeadamente com os Bicos de Lacre de Bico Preto, permitem-me avançar para outras espécies de aves. É verdade que a minha grande paixão são as aves pertencente á grande família dos “verdadeiros” Bicos de Lacre (género Estrilda), mas têm-me passado pelas mão algumas aves de superior qualidade, que me “obrigam” á sua aquisição. Neste sentido introduzi mais 5 espécies e até ao fim do ano poderei adquirir ainda mais. Todas as aves adquiridas provêm dos melhores criadores… e quando menciono “melhores criadores” não falo apenas em termos de qualidade… antes da qualidade é necessário sensibilidade e conhecimentos para saber criar aves. Só depois vem o resto.

É inegável… o conhecimento obtido através do “nosso” Bico de Lacre, é a base para o sucesso na reprodução em ambiente doméstico de uma grande variedade de exóticos africanos… ESTA É MINHA CHAVE DE SUCESSO E O MEU MAIOR TRUNFO… É uma ave que aconselho a todos os criadores, sejam iniciantes ou criadores com conhecimentos avançados. Agora… vejam se deixam de as capturar ou comprar aves capturadas, por favor…

Este ano realizo um desejo muito pessoal: participar em Reggio Emília. Para quem não conhece pode visitar o link daquela que é a uma das maiores exposições ornitológicas do mundo. A fundação da Societá Ornitológica Reggiana remonta aos tempos da II Grande Guerra Mundial. Esta Associação criou a anilha e a escala de pontuação para os Julgamentos. Nos dias de hoje a participação de aves a concurso ultrapassa as 20.000 aves, sendo na sua grande maioria canários de cor e porte (mais de 90%). Não sendo uma exposição propriamente forte em exóticos F2’s (já não se verifica o mesmo em exóticos domésticos como o mandarim, por exemplo), irei concorrer com os “do costume”, que também fazem questão de participar nos Mundiais. A qualidade que atingi dá-me alguma tranquilidade e ao mesmo tempo, alguma ansiedade. Algumas aves são tão boas e raras, como o caso do Bico de Lacre de Bico Preto, que anseio por conhecer as opiniões dos Juízes. Contudo, eu conheço muito bem as minhas aves…

Num total de 12 aves, marcarei presença em 2 classes. Falo dos Bicos de Lacre (Faces Laranja, Bicos de Lacre e Bicos de Lacre de Bico Preto) e dos Bengalins do género Amandava  – Guarda Marinhos. Seguirá a primeira equipa de Bicos de Lacre de Bico Preto a concorrer em exposições…

Mas enquanto umas espécies já terminaram o período de reprodução, outras não estão com grande vontade… mesmo retirando o material para os ninhos, as aves parecem que inventam matéria-prima para as suas construções… hoje por exemplo ( dia 16 de novembro de 2012) nasceram Guarda Marinhos e seguem-se outros…

About Fernando Domingues

Criador de aves desde os 14 anos.

Posted on 17/11/2012, in Sem categorias. Bookmark the permalink. 1 Comentário.

  1. Olá Fernando

    Ainda não nos disseste que resultados obtiveste em Reggio Emília :) sei que ganhaste algumas coisas, mas não sei ao certo quais!

    E as aves que compraste, podemos saber quais são?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: