“Adeus” a algumas espécies e “Olá” a outras!

Com o sucesso obtido na reprodução em cativeiro dos Bengalins da Índia e uma vez que precisava do espaço, decidi desistir de todas as aves inclusive casais reprodutores ( em 2011 com um único casal obti 20 crias). Foi uma decisão que me custou um bocado, mas foi ponderada.

Entretanto e por sorte ou fado, tive o privilégio de conhecer alguns dos melhores criadores do mundo. Assim veio a aquisição de Amarantes do Senegal, Faces Carmesim, Peitos Celestes e Granatinas. Quanto a estas últimas aves, tive a sorte de conhecer o Campeão do Mundo… num momento em que se preparava para acabar definitivamente com o Hobbie… adquiri alguns casais, que quanto a mim, a par de dois criadores italianos pertencem à melhor linha europeia de Granatinas. São aves francamente mais pequenas (em Portugal meteu-se na cabeça que o porte é que importa…) mas a cor e desenho passando a expressão: “Partem a loiça toda”. Foi sem dúvida a minha melhor aquisição de 2012.

 

Em setembro, do ano passado já tinha adquirido um casal de Amarantes do Senegal. É uma aves que há muito estava para adquirir, mas as aves que ia encontrando não me satisfaziam… até que encontrei um casal que mereceu a minha atenção. São aves lindíssimas e graciosas, cuja cor e desenho são fundamentais a uma selecção cuidada.

Com os Amarantes vieram também os Faces Carmesim e mais tarde por carolice, decidi adquirir um casal de Peitos Celeste a um amigo meu que os cria directamente e ao ar livre. Vou adquirir mais uns machos de uma linha “Top Quality” para iniciar um trabalho de campo.

Mas as aquisições não ficaram por aqui. Como disse no tópico anterior, tenho tido o privilégio de me encontrar com aves do melhor que há… e o pior é que são aves que nunca fizeram parte do meu plano de aquisições… falo por exemplo de Diamantes de Papagaios Clássicos… penso que neste momento poucos são os criadores que em Portugal se dedicam a sério a estas aves… têm sido banalizados num mercado de vendas em período de crise e a qualidade de aves em exposições tem vindo a descer… para além destes muitos são os factores que contribuem para este cenário. Acreditem em mim… para adquirir tinham de ser aves excepcionais e… são!

Finalmente uma aquisição mais ao meu gosto… o Bico de Lacre de Rabo Preto (Estrilda troglodytes). Em 2011 tropecei acidentalmente nuns exemplares de Estrilda quartinia, mas a vida profissional revelou-se incompatível com a manutenção destas aves. Em 2012 esperava voltar a ver as aves… bem… eu vi… mas os valores tinham quadriplicado e as aves não eram assim tão boas como a primeira aquisição. Pensei bem e “deixei” lá os passarinhos. Contudo deparei-me com um criador destas aves (Bico de Lacre de Rabo Preto) e adquiri uns casais. Sobem para 4 as espécies de “Estrildas” cá em casa, num ano em que estavam confirmadas a aquisição de mais duas espécies, mas o criador em questão, por motivos de saúde, interrompeu as criações. Este Bico de lacre quase que parece uma mutação mas não é. O “zebrado” característico da espécie comum encontra-se praticamente “diluído”; as infra-caudais são brancas e o rabo é preto. É uma ave de temperamento calmo, que espero vir a reproduzir com êxito em 2013. Ao contrário das fotos em cima, esta foto não é da minha autoria, mas sim de G. Hofmann.

 

 

About Fernando Domingues

Criador de aves desde os 14 anos.

Posted on 21/01/2013, in Sem categorias. Bookmark the permalink. 2 comentários.

  1. Olá, Fernando. Belas aves que adquiriste! É-me dificil destacar alguma das espécies… andei em tempos a pensar adquirir um casal de peito celeste, no entanto só me apareciam aves de ambientes aquecidos e optei por não o fazer. Quem sabe venha a adquirir alguma das tuas. Quando pensas reproduzir essa aves? Na mesma altura dos bicos de lacre?

    • Fernando Domingues

      Olá Fábio, desde já obrigado pelo teu comentário. Para mim será a primeira vez que vou reproduzir em ambiente doméstico os Peitos Celestes. Como é do conhecimento público, não uso qualquer tipo de aquecimento ou sistema de iluminação artificial, pelo que começo as criações por volta de meados de março. Os Peitos Celestes não serão excepção.
      Se desejares adquirir alguma das minhas aves aconselho-te a fazer uma reserva.

      Cumprimentos
      Fernando Domingues

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: